Mesa 3 – Entrelaços 2017: Profissionais debatem um novo paradigma para a saúde mental a partir das iniciativas entre pares.
dez29

Mesa 3 – Entrelaços 2017: Profissionais debatem um novo paradigma para a saúde mental a partir das iniciativas entre pares.

Assista aos vídeos do encontro deste ano do Programa Entrelaços na íntegra, onde são abordados o papel da família, do paciente e do sistema de saúde dentro de um novo paradigma, o da recuperação pessoal. Descubra a força dos grupos de apoio entre pares e como eles ajudam as famílias e os pacientes na busca por maior capacitação, empoderamento e resiliência, culminando na recuperação de todos para uma vida mais ativa, digna e com...

Leia mais >
Mesa 2 – Entrelaços 2017: Pacientes relatam suas experiências pessoais de recuperação.
dez29

Mesa 2 – Entrelaços 2017: Pacientes relatam suas experiências pessoais de recuperação.

Assista aos vídeos do encontro deste ano do Programa Entrelaços na íntegra, onde são abordados o papel da família, do paciente e do sistema de saúde dentro de um novo paradigma, o da recuperação pessoal. Descubra a força dos grupos de apoio entre pares e como eles ajudam as famílias e os pacientes na busca por maior capacitação, empoderamento e resiliência, culminando na recuperação de todos para uma vida mais ativa, digna e com...

Leia mais >
Mesa 1 – Entrelaços 2017: Recuperação e empoderamento da família e dos pacientes para uma nova abordagem na saúde mental.
dez29

Mesa 1 – Entrelaços 2017: Recuperação e empoderamento da família e dos pacientes para uma nova abordagem na saúde mental.

Assista aos vídeos do encontro deste ano do Programa Entrelaços na íntegra, onde são abordados o papel da família, do paciente e do sistema de saúde dentro de um novo paradigma, o da recuperação pessoal. Descubra a força dos grupos de apoio entre pares e como eles ajudam as famílias e os pacientes na busca por maior capacitação, empoderamento e resiliência, culminando na recuperação de todos para uma vida mais ativa, digna e com...

Leia mais >
Qual o custo de noites mal dormidas?
dez12

Qual o custo de noites mal dormidas?

Pagamos um preço – caríssimo – por dormir mal. A medicina sabe que o sono ruim está relacionado a maiores taxas de mortalidade, piora no sistema imunológico, doenças cardiovasculares, diabetes, sobrepeso, problemas de cognição, depressão e ansiedade. Cientistas da Unifesp publicaram, em 2010, um artigo na revista Innate Immunity no qual relataram que pessoas privadas de sono tinham aumento de células de defesa no organismo, como se...

Leia mais >
Por que explorar de forma sensacionalista e inverídica a doença mental na TV aberta em horário nobre?
nov23

Por que explorar de forma sensacionalista e inverídica a doença mental na TV aberta em horário nobre?

Uma moça de 34 anos estava com sua família em frente à sua TV da sala quando, inadvertidamente, sem que lhe pedissem licença, de maneira violenta e cruel, invadiram sua casa com cenas de violência e carregadas de preconceito sobre um tema tão delicado e tão custoso às pessoas que, como ela, padecem de algum transtorno mental. A cena lhe custou uma noite sem dormir, colocando ela e sua família em desespero, vendo-se novamente cercada...

Leia mais >
Entrelaços promove debate na UFRJ sobre empoderamento e recuperação nas práticas da saúde mental.
nov18

Entrelaços promove debate na UFRJ sobre empoderamento e recuperação nas práticas da saúde mental.

Sábado, 02 de dezembro de 2017, de 8:45 às 13h Local: Auditório Leme Lopes – Instituto de Psiquiatria da UFRJ (IPUB) Av. Venceslau Brás 71, fundos, Botafogo, Rio de Janeiro, RJ Público-alvo: pacientes, familiares e profissionais de saúde Entrada...

Leia mais >
Cientistas anunciam melhorias em revolucionária ferramenta de edição genética.
out26

Cientistas anunciam melhorias em revolucionária ferramenta de edição genética.

Apontada como um dos maiores avanços da ciência nos últimos anos, a técnica de edição genética conhecida pela sigla CRISPR deu aos cientistas uma maneira relativamente simples, eficiente e barata de manipular o DNA. Isto possibilitou pesquisas mais amplas sobre a influência dos genes na saúde e na doença e despertou a esperança de novas e revolucionárias terapias para uma miríade de condições causadas por mutações genéticas, muitas...

Leia mais >
DIA MUNDIAL DA SAÚDE MENTAL 2017
out10

DIA MUNDIAL DA SAÚDE MENTAL 2017

Saúde mental no local de trabalho Durante a vida adulta, uma grande parte do nosso tempo é gasto no trabalho. Nossa experiência no local de trabalho é um dos fatores que determina nosso bem-estar geral. Os empregadores e gerentes que implementaram iniciativas no local de trabalho para promover a saúde mental e para apoiar os funcionários com transtornos mentais vêem ganhos não apenas na saúde de seus funcionários, mas também na...

Leia mais >
Google oferece teste online para ajudar no diagnóstico da depressão.
set20

Google oferece teste online para ajudar no diagnóstico da depressão.

A depressão afeta 322 milhões de pessoas no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Os dados divulgados em fevereiro de 2017 apontam que o número representa 4,4% da população do planeta. Com o intuito de ajudar no diagnóstico da doença, o Google agora oferece um teste online. O questionário é baseado no PHQ-9, um dos formulários clínicos mais usados ao redor do mundo para detectar depressão. A ferramenta funciona da...

Leia mais >
Ioga reduz sintomas de depressão, dizem pesquisas.
ago07

Ioga reduz sintomas de depressão, dizem pesquisas.

Respirar e permanecer em determinadas posições por alguns segundos. Sem nenhuma tecnologia, a prática de ioga se tornou uma aliada da medicina. De acordo com estudos apresentados na 125ª Convenção Anual da Associação Americana de Psicologia, a ioga é capaz de diminuir os sintomas da depressão. Uma pesquisa feita pelo Centro Médico de Veteranos de São Francisco identificou redução significativa dos sintomas da doença após oito semanas...

Leia mais >
Excesso de calmantes camufla doenças mentais graves e crônicas.
jul11

Excesso de calmantes camufla doenças mentais graves e crônicas.

O uso crônico, por conta própria e em doses crescentes de calmantes (benzodiazepinas, como Rivotril, Lexotan, Valium, Frontal, dentre outros) é frequente entre pessoas da terceira idade e pode esconder sintomas e um passado de doença mental não tratada adequadamente, representando um risco para essa população, que além de não ter o tratamento adequado, possui risco maior de declínio cognitivo (memória e atenção), crises de abstinência...

Leia mais >
Pink Champagne: nova droga parece cristais rosa e já faz vítimas.
jul10

Pink Champagne: nova droga parece cristais rosa e já faz vítimas.

Um novo tipo de droga vem preocupando muitos pais no Reino Unido, mais precisamente em Manchester. Chamada Pink Champagne (“Champanhe Rosado”, em tradução livre), a variação do ecstasy já fez vítimas na cidade localizada no interior da Inglaterra. De acordo com uma reportagem da BBC, dez jovens foram internados e um faleceu. Tudo isso em apenas um único final de semana de junho. Pode parecer um número pequeno, mas não é. Ainda mais...

Leia mais >

Área do Paciente – Dr. Leonardo Palmeira

Entrar







Perdeu a senha?