Antidepressivos têm sua indicação questionada na depressão de pacientes com demência


Um estudo publicado este mês no The Lancet questiona o benefício dos antidepressivos em pacientes idosos diagnosticados com demência, como a doença de Alzheimer. Os autores avaliaram 300 pacientes com doença de Alzheimer diagnosticada ou suspeita durante 3 meses e verificaram que aqueles que utilizaram antidepressivos não tiveram nenhum benefício em comparação com os que utilizaram placebo, pelo contrário, o grupo tratado com antidepressivos teve mais efeitos adversos.
Um dos autores, Dr. Sube Benerjee, professor do King´s College London, Inglaterra, disse-se surpreso com o resultado e alerta para uma prática comum nos dias de hoje, que é receitar um antidepressivo para um paciente com Alzheimer. “Estou surpreso com a qualidade dos nossos resultados que permitem uma conclusão inequívoca de que o uso de antidepressivos nesta população como um tratamento de primeira linha deveria ser revisto”, afirma o autor.
Este é o maior estudo até hoje que aborda o tratamento da depressão em pacientes com demência.
→ Fonte

Compartilhe: